ISBN: 9789875001725

Formato: 192 págs. 14 x 22 cm.

Fecha Publicación: Julio 2013

Precio: $ 200,00 (U$S 11,76)

El método documental

Ensaios de Ana Cristina Cesar são publicados pela primeira vez na Argentina, 30 anos depois de sua prematura morte

Centro Internacional do Livro, Centro Internacional do Livro – Fundação Biblioteca Nacional, 19/08/2013

A editora Manantial, de Buenos Aires, inicia sua Coleção Nomadismos com a publicação de El método documental, primeira compilação argentina de trabalhos críticos e ensaísticos da poeta Ana Cristina Cesar. A edição (apoiada pela Fundação Biblioteca Nacional) contou com seleção e tradução de Teresa Arijón e Bárbara Belloc, que participam este mês no Brasil do Programa de Residência de Tradutores Estrangeiros, da FBN. Agora elas se preparam para traduzir a poeta Hilda Hilst (para a editora Cuenco de Plata: Teresa traduz Obscena Senhora D., e Bárbara, Cartas de um sedutor).

A Coleção Nomadismos é dirigida pelas duas e pelo poeta e também tradutor brasileiro Renato Rezende. Bárbara assina ainda, em El método documental, uma introdução à obra de Ana Cristina, e Rezende traça um esboço biográfico daquela que foi a musa da geração de poetas marginais dos anos 1970, e que se suicidou quando tinha apenas 31 anos (há três décadas, em outubro de 1983).

“Para compreender o lugar privilegiado que ocupa Ana Cristina Cesar na história recente da literatura brasileira, é necessário levar em conta seus dados biográficos”, afirma Rezende. E Bárbara destaca que Ana Cristina era “um caso raro de erudita” numa época anti-intelectual, “e assim também um animal em perigo, buscando refúgio e encontrando-no numa tarefa contínua, rigorosa e livre, por seguir suas próprias regras”.

A edição argentina se baseia no volume Crítica e tradução (Editora Ática, 1999), da autora, já esgotado.  No site da Manantial, pode-se ler que  o próximo título da Nomadismos, que se apresenta como “uma ponte durável e sem antecedentes entre Brasil e Argentina”, será o livro Materialismos, de Helio Oiticica. Também há planos para a publicação de escritos de Rogério Duarte, conta Bárbara. O ensaio “Literatura y mujer: esa palavra de lujo”, um dos ensaios de El método documental, foi antecipado com exclusividade no jornal portenho La Nación, em 19 de julho passado.

Fuente: bookcenterbrazil.wordpress.com/2013/08/19/ensaios-de-ana-cristina-cesar-sao-publicados-pela-primeira-vez-na-argentina-30-anos-depois-de-sua-prematura-morte/

Libros relacionados: